Amor a Deus (II)

Senhor, perdão por eu ser
humano...
não entendo todos
desígnios de ti.

A morte quieta,
debaixo de um pano
puxou meu tapete

e desandou a vir.

Cristiano Siqueira
(Arte de Aline Siqueira)