Amor no espelho

O espelho
De joelhos ao chão
Clamando por minha face!

Não me reconhece
E tampouco sabe:
Sou reflexão...

Tateia o concreto
Dos meus olhos,
Relega se interpreto
O abstrato do olhar

A vaidade e seus ditames.
Beleza e permanência.
Idade e nuance.

Afinal,
Sou eu quem se espelha
No vesgo espelho que me olha

e não me enxerga?



Cristiano Siqueira
(Foto de Renne Burri)

4 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Valdeck disse...

Lindo poema... São poucas as vezes que me deparo com uma linguagem tão simples e ao mesmo tempo tão profunda...

Você tem uma sensibilidade muito grande e escreve com a alma.

Parabéns pela escolha do tema, pela 'reflexão' provocada no leitor, através do seu espelho...

Valdeck Almeida de Jesus
Escritor, Poeta e Ator Amador
www.galinhapulando.com

Riccardo Joss disse...

'Narciso acha feio aquilo que não é espelho'.

somebody disse...

酒店經紀人,

菲梵酒店經紀,

酒店經紀,

禮服酒店上班,

酒店小姐,

便服酒店經紀,

酒店打工,

酒店寒假打工,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工經紀,

制服酒店經紀,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工,

制服酒店經紀,