Amor urgente!

Anda logo com isso!
Antes que tudo passe
E não pudemos ter
Mais que um quase,

Menos que no amor
Adormecer...

Não seria meu verso
– ante teu labirinto –
A desenhar-me na face
Oferendas a você.

Tenha pena de mim...

Não porque sou poeta
Que alcanço nos poemas
O alívio de te amar
E de-fi-ni-ti-va-me-nte,

Voltar a viver!


Cristiano Siqueira
(Foto de Jesse Marlow)