Amor aflito

Há um colapso por dentro.
Um corte pra sempre lento
Que menos dói na ferida
Do que no corpo inteiro.

Queria falar dos absurdos de amor,
Desejos menores ou esmorecidos,
Remorsos contidos,
Brigas evitadas por saudade.
Não consigo.

Queria amar
Mas só me aflijo.

Ai!
Até a dor
Se condói do que eu sinto!

Cristiano Siqueira


(Foto de Richard Bram)