amor e cura

não deixes passar
meu amor,
por favor...

teu silêncio fecundo
espreita toda agonia
que há neste mundo.

os vocalizes do mar
não são suficientes,
nem os fachos do luar

nem mesmo as fadas
a contar abraços de ternura,
nada! meu amor me cura,

da brutal
constância
de poder amar!

Cristiano Siqueira


(Foto de Christophe Agou)