amor além dos poemas de amor
(III- as ruínas da memória)

uma luz de penumbra
em seu rosto imparfeito,
fez branco e preto
minha quimera de runas.

as ruínas da memória
não são mais que a solidão
recordando sua presença.

a vaga de seus passos
– estáticos –
como quem vai embora,

mas não desvia a permanência.




Cristiano Siqueira


(Foto de Evgen Bavcar)

6 comentários:

Maxmiliano Sasil disse...

"as ruínas da memoria" ... me faz recordar certaz coisas, tristeza!

Mah disse...

muito bom aqui!

gostei (:

Thiago Luz disse...

Belo poema! Saudações literárias!

Mariana disse...

muito lindo tudo aqui.Vim te seguindo do twitter...ia deixar um recado lá,mas é estranho ainda pra mim algumas coisas por lá.Belos,todos os poemas...e as fotos,também.Parabens!!!

Nelson_Agadé_ disse...

Bom blogue, parabéns!!!

somebody disse...

酒店經紀人,

菲梵酒店經紀,

酒店經紀,

禮服酒店上班,

酒店小姐,

便服酒店經紀,

酒店打工,

酒店寒假打工,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工經紀,

制服酒店經紀,

專業酒店經紀,

合法酒店經紀,

酒店暑假打工,

酒店兼職,

便服酒店工作,

酒店打工,

制服酒店經紀,