Amor e travessia

Quando eu sinto,
Não sei se o que sinto
É blefe ou verdade.
Ser sincero não posso
Se meu próprio sentimento
Pode se enganar.

Quando eu não sinto,
Sinto o que não sinto
E essa ausência de sentir
É minha essência de amar.

Vazio ou preenchido,
Não importa.
Sou porta que se abre
Pro amor passar...

Cristiano Siqueira
(Foto de Agnaldo Ramos)