Amor eterno e cansaço

O som da luz batendo contra o vento
Cintila seus cabelos!
E de querê-los
Nasço e permaneço
No etéreo movimento dos astros.

O corpo da noite se estende
Em meus braços...
E de amá-lo
Dia após dia desfaleço
No eterno amor e seu cansaço!

Cristiano Siqueira
(Foto de Adrian Fisk)